Protagonistas e coadjuvantes

Em filmes, novelas, livros e em qualquer outro meio que se conte uma estória, há personagens protagonistas e coadjuvantes. Estes últimos desaparecem em meio aos primeiros. Ninguém nota que eles estão lá, mas todos notam algo esquisito se eles não estiverem.

Do mesmo modo, os famigerados “processos de desenvolvimento de software” podem ganhar muito se forem tão naturais que nem se note sua presença. Eles podem funcionar como figurantes de um filme: são essenciais para que tudo corra agradavelmente, mas não prendem a atenção de ninguém. Na verdade, eles estão lá justamente para não chamar a atenção. Quanto mais apropriado o processo estiver para a realidade da equipe, mais as pessoas vão achá-lo natural e mais ele será confundido com o cenário.

Sob esta ótica, uma equipe com o conjunto de práticas ideal vai achar que não há nada além de pessoas trabalhando. Nada de processos ou metodologias.



%d blogueiros gostam disto: