Blogs-diário, blogs-opinião e minha tentativa como entrevistador

Tem um tipo de blog pelo qual tenho uma ojeriza tremenda: o blog-diário. Acho que eles já pararam de fazer isso (porque migraram para os sites de relacionamento), mas sabe aqueles blogs de adolescentes cujos artigos costumam ser sobre a festinha de ontem ou a bronca que o professor passou na turma hoje mais cedo? Sabe aqueles blogs cujos artigos mais elaborados são aqueles que têm uma letra de música qualquer que o autor e seus amiguinhos estavam escutando no dia (e mais nada)?

Este tipo de coisa não acontece somente com garotos e garotas de 14 anos, alguns blogueiros na área de tecnologia também estão infectados com a mesma doença. Neste caso os assuntos mudam um pouco. Passam a ser sobre o último release dos seus projetos, as conferências mais badaladas e os encontros de grupos de usuários locais. Eles podem não notar, mas estão agindo do mesmo modo que os adolescentes. Estão somente publicando um diário de bordo.

Acho que blogs deveriam ser um meio para publicar opiniões e vê-las serem destrinchadas, atacadas e testadas. Se estivéssemos em uma revista semanal, os blogs deveriam ser mais como uma coluna ou um editorial do que como o resumo da semana. Os leitores não querem saber o quanto o autor é inteligente, produtivo ou como tem sucesso em tudo que resolve fazer. Ao invés disso, um blog deve ser um espaço para o autor ajudar os leitores a se tornarem mais inteligentes, produtivos e a terem mais sucesso em tudo que resolverem fazer.

Apesar disso tudo, acabei caindo nesta armadilha em conseqüência da correria nossa de cada dia. Se você consultar os históricos aqui do blog, vai ver que os dois últimos artigos anteriores a este se encaixam perfeitamente no que eu descrevi como artigos de blog-diário. O último é só um anúncio de reunião de grupo de usuários e o penúltimo uma bela de uma babada em meu próprio trabalho juntamente com o anúncio da publicação do Motiro (não consegui resistir a mais um link). Mas o sinal mais alarmante de que eu estou usando meu blog como um diário é que este mesmo artigo que você está lendo agora também é só mais uma anotação de diário.

Sim, eu publiquei toda esta introspecção e fiz você ler até aqui somente para anunciar que participei da entrevista que o Eduardo Fiorezi fez com o Vitor Pamplona. Foi bastante gratificante receber um segundo convite para o programa do Eduardo, principalmente por ter sido surpreendido com uma posição de entrevistador ao invés de entrevistado e pela estrela do programa ser uma figura tão relevante.

Espero que com estes três últimos artigos eu não tenha perdido metade da minha audiência, mas prometo que vou fazer de tudo para que o próximo revele algum pensamento interessante sobre tecnologia.

Por enquanto, um anúncio de entrevista disfarçado de reflexão é tudo que tenho a oferecer.

9 Responses to “Blogs-diário, blogs-opinião e minha tentativa como entrevistador”


  1. 1 Rafael Fiume 11/abr/2007 às 05\0507

    Liberte-se das amarras! Acho que o melhor critério para publicar algo é “achou útil ?”, o que é muito subjetivo.

    Depois, por que não publicar sobre eventos? E, mais estranho ainda, porque não publicar sobre o seu próprio projeto? Se me interessar por ele, pode ter certeza que o primeiro lugar que irei buscar informações sobre o projeto é no seu blog. Não deixa de ser mais uma forma de documentação/divulgação.

    T+!

  2. 2 Davis 11/abr/2007 às 12\1215

    Olá,

    Estou começando um projeto open source como TCC, junto com um amigo, e estamos procurando um gerenciador de projetos.
    No caso, a idéia é divulgar o Rails no meio academico, e mostrar um bom trabalho!

    Acompanho o motiro faz algum tempo, e gostaria de ver contigo sobre ele, valorizar os trabahlos internos.
    Iriamos utilizar o Trac, mas se temos um software brazuca, vamos utilizar ele :)
    Se puder-mos contar com seu apoio.

    Abraço!

  3. 3 Walter Cruz 11/abr/2007 às 12\1239

    Hehehe.. Tranquilo Thiago,parece que a audiência não diminuiu :)

    Mas não acho tão mal de vez em quando saírem uns relatos no estilo mais diário que opinativo. É o que penso!

  4. 4 thiagoarrais 11/abr/2007 às 13\0122

    Não acho que um artigo ou outro no estilo diário vá estragar um blog. Minha bronca é com aqueles blogs que são puramente para divulgar a vida ou os feitos do autor.

    Dificilmente este blog aqui vai ter este destino.

  5. 5 roberto marchiori 11/abr/2007 às 16\0400

    Nao vejo problema em divulgar um projeto open-source no qual o autor participa em seu blog. Foi dessa maneira que fiquei sabendo do motiro e de outros projetos, bem como os do vitor pamplona.

  6. 6 Carlos Eduardo 21/abr/2007 às 03\0347

    Graças a Deus que existem blogs e blogs, se fossem todos iguais não teria a graça de copiar e colar em meu leitor de feeds, para ter os posts dos mais variados assuntos e pensamentos a um click.

    Eu sou um desses que você cita em seu post, procuro juntar coisas de momentos, dicas, truques, macetes e assuntos pessoais, procuro dividir em categorias para facilitar para quem acompanha. Por ter assuntos dos mais variados assuntos, porém sempre focados em minha área, consigo atingir vários tipos de públicos, do básico ao avançado. De alguma forma as pessoas precisam chegar a você, seja para te mandar um email te agradecendo por algo que ela aprendeu contigo ou até mesmo uma oportunidade para participar de um projeto novo, e é assim que funciona, é preciso ter foco ? Sim é preciso! Mas o foco desta área é extenso.

    Grande abraço!

  7. 7 Andre Furtado 23/maio/2007 às 05\0541

    Como disseram acima, existem blogs e blogs.

    10 razões para manter um blog-diário:

    1. Quando é preciso reportar/documentar as atividades realizadas
    2. Quando é preciso referenciar atividades realizadas
    3. Publicar conteúdo/recursos/materiais para o público de um evento relatado ou para outros interessados no tema do evento
    4. Anunciar eventos com antecedência
    5. Dar visibilidade para trabalho feito por você
    6. Dar visibilidade para trabalho feito por seu grupo de usuários
    7. Entreter com experiências interessantes
    8. Diversificar o público-alvo do blog
    9. Sempre é possível publicar pensamentos, devaneios e artigos técnicos em sites mais especializados (e linkados pelo blog-diário)
    10. Estimular interação da comunidade

    Em resumo, o perfil do depende, obviamente, em quem está por trás do blog. Não vejo problemas em escolher um estilo ou outro.

    Sugestão: não deixe esse papo de “ojeriza a blog-diário” impedir você de publicar algo que considere interessante para o conhecmento dos leitores.

    []s
    — AFurtado


  1. 1 Danilo Sato Trackback em 18/jun/2007 às 21\0922
  2. 2 Twitter, eu me rendo « Mergulhando no Caos Trackback em 26/ago/2007 às 16\0418
Comments are currently closed.




%d blogueiros gostam disto: